Política

4 Exemplos de Quando o Medo Justificou a Repressão

1) Ditadura de Vargas (1937)

Em 1935, acontece o que a historiografia chama de a “Intentona Comunista”, Vargas produz então um documento falso de um suposto plano para a implementação de uma ditadura comunista. É na rádio “A voz do Brasil” que Vargas justifica a necessidade da suspensão da constituição para “garantir a segurança”. Em 1937, se inicia a primeira ditadura brasileira.

2) Nazismo Alemão

Em 1923, uma figura conhecida começa a dar seus primeiros passos, o não deu muito certo em um primeiro momento e ele acaba preso em um evento histórico conhecido como “Putsch de Munique”, na prisão escreve o “Mein Kampf” (minha luta), onde justifica o nazismo e afirma que só por ele o povo alemão seria salvo. O medo era do avanço comunista que se fortalecia desde 1917, então qualquer coisa era melhor que o avanço da esquerda. Poucos meses depois, ele sai da prisão e em 1933 é nomeado Chanceler da Alemanha. Assim, o que chamamos de governo nazista se inicia na Alemanha e teria forte apoio popular, da imprensa, de diversos governos, da igreja e dos empresários.

3) Fascismo Italiano

Na Itália, algo bem parecido aconteceu poucos anos antes, em 1923 liderado por Benito Mussolini o fascismo, sob a justificativa de fortalecer a Itália e impedir o perigo comunista vai dar início a uma ideologia que é marca de pensamentos bastante influentes hoje, é o tripé: militarismo, nacionalismo e antipartidarismo (lembrando que não se trata da negação de partido apenas aos moldes do que temos hoje, mas sim qualquer organização com pautas e demandas próprias).

4) Ditadura Militar Brasileira

Algo muito parecido acontece na América Latina após a derrota da Alemanha nazista. Cuba faz a revolução, já os EUA, com medo de o maior país da América Latina seguir seu exemplo, começa a incentivar uma mudança de regime político. É pelo medo do comunismo que o setor latifundiário e grandes empresários apoiam um golpe que, a partir de 64, levaria a 21 anos de ditadura no Brasil.

 

<Autor anônimo>

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ Vistos

O Mariachi é um coletivo anarquista de midiativismo, fundamentado no princípio da liberdade individual e na busca pela emancipação coletiva.

Copyleft © 2013 - 2017 Direitos autorais é o caralho!

To Top